Posts

guarda roupa profissional

Como expressar sua personalidade no guarda roupa profissional

O ano está começando e é nesse início que os planos começam a sair do papel. Se um dos seus é alçar vôos mais altos na vida profissional, você encontrou o artigo certo para te auxiliar em um fator que pode ser o diferencial para receber uma promoção ou uma boa proposta. Hoje vou falar sobre como expressar sua personalidade no seu guarda-roupa profissional e como isso pode influenciar diretamente na sua carreira.

A roupa pode parecer apenas um detalhe diante de tantas qualificações que você possui no currículo, certo? Errado, e eu explico o porquê: o ser humano é por natureza um ser julgador, não existe uma separação clara entre quem é a pessoa e o que ela está vestindo, principalmente quando se trata de relações estritamente profissionais. Por esse motivo, suas roupas influenciam diretamente na percepção de caráter dela, podendo gerar um impacto positivo ou negativo para sua vida profissional.

Pesquisas comprovam que o conjunto de elementos que compõem a imagem de uma pessoa afetam a percepção do outro em termos de caráter, nível social, educacional e outros. Tudo isso acontece em frações de segundos, de forma inconsciente e automática, tornando o julgamento inevitável,  já que ele é instantâneo. Por esse motivo, o guarda-roupa profissional ideal deve levar em consideração alguns fatores, sendo o principal deles a personalidade.

Sendo assim, fica claro que quando a pessoa se veste de forma incoerente com a própria personalidade pode causar muitos erros de percepção e julgamento afetando diretamente a sua comunicação com os outros. Se vestir em desacordo com a profissão escolhida também gera o mesmo tipo de ruído na comunicação com as outras pessoas causando impacto negativo na sua carreira e impedindo que alcance suas metas na vida profissional.

Nesse  sentido, também é muito importante levar em consideração a profissão que você exerce, além do nível de formalidade da sua empresa. Esses fatores irão servir como parâmetro das suas escolhas. Além disso, observar o que as pessoas que ocupam os cargos mais altos na hierarquia vestem pode ser um bom indicador, na medida que são elas que representam a empresa.

Em profissões mais formais e tradicionais como o Direito ou a Medicina, por exemplo, é necessário manter certa discrição no vestir mesmo em momentos fora do ambiente profissional, já que um visual muito extravagante na vida pessoal pode afetar negativamente a percepção na vida profissional. Mas em áreas que trabalham com criação como moda, arte e cinema, por exemplo, tudo é permitido, claro que com uma dose de bom senso. O importante é que haja coerência entre o que é exigido profissionalmente e o quanto você pode ou não flexibilizar esse fator na vida pessoal.

Lembrando sempre que no ambiente corporativo as pessoas precisam enxergar em você suas qualidades como profissional, não só através de suas atitudes e comportamento, mas também pela aparência. A imagem é formada por todos esses fatores, e para que ela seja positiva e eficaz é importante não negligenciar nenhum deles até mesmo na hora de se vestir. Preparado para rever as peças do seu guarda-roupa profissional? Se ainda tiver alguma dúvida deixe aqui seu comentário!

imagem e estilo pessoal

Personalidade e autoconhecimento: descubra sua essência e transforme sua imagem

Você já parou para pensar quais são os fatores que influenciam sua identidade visual? A imagem deve ser sua grande aliada no impacto positivo na sua comunicação com o outro em qualquer contexto. Para isso, ela deve refletir o melhor da sua essência de forma clara para que as pessoas possam perceber todo o seu potencial e, dessa maneira, abrir portas e oportunidades.
A nossa imagem é composta por um conjunto de elementos como roupas, acessórios, aparência física (incluindo rosto e cabelo), comportamento, tom de voz e postura. No meu trabalho, o processo de criação da identidade visual de uma pessoa começa pelo autoconhecimento. Afinal, ninguém deve (e quer) aparentar aquilo que não é ou que não corresponda de fato com a sua personalidade. Qualquer mudança visual para ser eficaz e produzir resultados positivos precisa estar alinhada com tudo o que a pessoa é na sua essência.

Durante o processo de autoconhecimento é possível identificar valores, qualidades, desafios, vulnerabilidades, potências e tendências de comportamento de uma pessoa. Com consciência e clareza dessas informações torna-se possível potencializar os melhores atributos da sua personalidade. Exaltando os pontos fortes e minimizando os pontos fracos.

Através do autoconhecimento de sua personalidade é possível alinhar sua imagem com sua essência. E quando falamos em essência entramos no universo da astrologia, da natureza cósmica de cada um, que tem como base quatro elementos: fogo, terra, ar e água. Cada um desses elementos astrológicos carrega consigo um conjunto de características únicas que define boa parte de nossa energia psíquica.

Nesse sentido, é sempre importante lembrar que sob a ótica da astrologia o que individualiza uma pessoa é a análise do seu mapa astral de nascimento. Ninguém é apenas o seu signo solar ou só um elemento como um dos quatro acima citados.

As particularidades da personalidade e da essência de cada indivíduo descobertas durante o processo de autoconhecimento possibilitam a criação de uma imagem verdadeira, que reflita quem ele realmente é. Uma identidade visual desenvolvida a partir de suas características únicas impacta de forma positiva sua vida pessoal e profissional. Esse resultado se torna possível graças ao fortalecimento do seu senso de autoimagem, que interfere diretamente na autoestima e autoconfiança.

imagem e estilo

Estilo e personalidade: como isso afeta seu comportamento

Estilo e personalidade na minha opinião são duas coisas que andam juntas. Lendo o significado de estilo no dicionário encontrei as seguintes definições: “conjunto de tendências, gostos, modos de comportamento característicos de um indivíduo ou grupo”; e “natureza, espécie, modo, maneira”. Portanto, estilo é a expressão da sua individualidade, é a combinação de características que te tornam uma pessoa única.

Existe o estilo de vestir, de falar, maneira de gesticular, se comportar, que são reflexos da sua personalidade, que falam sobre você. Nesse sentido, não existem pessoas sem estilo, porque todo mundo tem um conjunto de características que define sua personalidade, seu jeito de ser.  Mas quando pensamos numa pessoa “estilosa” sempre associamos à alguém que se destaca no meio da multidão, à alguém cujo cuidado e gosto no vestir chamam à nossa atenção.

Uma das coisas que mais me motiva nesse trabalho de imagem é ajudar as pessoas a expressar seu estilo, sua personalidade de forma autêntica. É fazer com que suas melhores qualidades se tornem visíveis na aparência.

Acredito que quando você está seguro de suas escolhas, quando estas são reflexos da sua personalidade, seu senso de autoimagem se fortalece e o resultado é uma autoestima mais elevada.

Nesse sentido acredito que as roupas e acessórios, incluindo cabelo e maquiagem, influenciam nosso humor e afetam nosso comportamento. Pense naquele dia que você acorda sem ânimo para se vestir e coloca qualquer roupa confortável que vê pela frente no guarda roupa. Garanto que nesse dia você não vai querer encontrar ninguém conhecido na rua! Da mesma forma que se você tiver um compromisso importante não vai deixar de se programar para ir ao salão, vestir algo especial e à altura daquele evento.

Portanto, para mim é muito claro o impacto que o vestir exerce sobre o nosso dia-a-dia, seja ele cheio de compromissos importantes ou não. A verdade é que o ritual diário de se vestir pode e deve ser nosso aliado para nos sentirmos bem consigo mesmas e autoconfiantes para estar com pessoas e enfrentar desafios.